Bíblia Online

Salmos18


1EU te amarei, ó SENHOR, fortaleza minha.

2O SENHOR é o meu rochedo, e o meu lugar forte, e o meu libertador; o meu Deus, a minha fortaleza, em quem confio; o meu escudo, a força da minha salvação, e o meu alto refúgio.

3Invocarei o nome do SENHOR, que é digno de louvor, e ficarei livre dos meus inimigos.

4Tristezas de morte me cercaram, e torrentes de impiedade me assombraram.

5Tristezas do inferno me cingiram, laços de morte me surpreenderam.

6Na angústia invoquei ao SENHOR, e clamei ao meu Deus; desde o seu templo ouviu a minha voz, aos seus ouvidos chegou o meu clamor perante a sua face.

7Então a terra se abalou e tremeu; e os fundamentos dos montes também se moveram e se abalaram, porquanto se indignou.

8Das suas narinas subiu fumaça, e da sua boca saiu fogo que consumia; carvões se acenderam dele.

9Abaixou os céus, e desceu, e a escuridão estava debaixo de seus pés.

10E montou num querubim, e voou; sim, voou sobre as asas do vento.

11Fez das trevas o seu lugar oculto; o pavilhão que o cercava era a escuridão das águas e as nuvens dos céus.

12Ao resplendor da sua presença as nuvens se espalharam, e a saraiva e as brasas de fogo.

13E o SENHOR trovejou nos céus, o Altíssimo levantou a sua voz; e houve saraiva e brasas de fogo.

14Mandou as suas setas, e as espalhou; multiplicou raios, e os desbaratou.

15Então foram vistas as profundezas das águas, e foram descobertos os fundamentos do mundo, pela tua repreensão, SENHOR, ao sopro das tuas narinas.

16Enviou desde o alto, e me tomou; tirou-me das muitas águas.

17Livrou-me do meu inimigo forte e dos que me odiavam, pois eram mais poderosos do que eu.

18Surpreenderam-me no dia da minha calamidade; mas o SENHOR foi o meu amparo.

19Trouxe-me para um lugar espaçoso; livrou-me, porque tinha prazer em mim.

20Recompensou-me o SENHOR conforme a minha justiça, retribuiu-me conforme a pureza das minhas mãos.

21Porque guardei os caminhos do SENHOR, e não me apartei impiamente do meu Deus.

22Porque todos os seus juízos estavam diante de mim, e não rejeitei os seus estatutos.

23Também fui sincero perante ele, e me guardei da minha iniqüidade.

24Assim que retribuiu-me o SENHOR conforme a minha justiça, conforme a pureza de minhas mãos perante os seus olhos.

25Com o benigno te mostrarás benigno; e com o homem sincero te mostrarás sincero;

26Com o puro te mostrarás puro; e com o perverso te mostrarás indomável.

27Porque tu livrarás o povo aflito, e abaterás os olhos altivos.

28Porque tu acenderás a minha candeia; o SENHOR meu Deus iluminará as minhas trevas.

29Porque contigo entrei pelo meio duma tropa, com o meu Deus saltei uma muralha.

30O caminho de Deus é perfeito; a palavra do SENHOR é provada; é um escudo para todos os que nele confiam.

31Porque quem é Deus senão o SENHOR? E quem é rochedo senão o nosso Deus?

32Deus é o que me cinge de força e aperfeiçoa o meu caminho.

33Faz os meus pés como os das cervas, e põe-me nas minhas alturas.

34Ensina as minhas mãos para a guerra, de sorte que os meus braços quebraram um arco de cobre.

35Também me deste o escudo da tua salvação; a tua mão direita me susteve, e a tua mansidão me engrandeceu.

36Alargaste os meus passos debaixo de mim, de maneira que os meus artelhos não vacilaram.

37Persegui os meus inimigos, e os alcancei; não voltei senão depois de os ter consumido.

38Atravessei-os de sorte que não se puderam levantar; caíram debaixo dos meus pés.

39Pois me cingiste de força para a peleja; fizeste abater debaixo de mim aqueles que contra mim se levantaram.

40Deste-me também o pescoço dos meus inimigos para que eu pudesse destruir os que me odeiam.

41Clamaram, mas não houve quem os livrasse; até ao SENHOR, mas ele não lhes respondeu.

42Então os esmiucei como o pó diante do vento; deitei-os fora como a lama das ruas.

43Livraste-me das contendas do povo, e me fizeste cabeça dos gentios; um povo que não conheci me servirá.

44Em ouvindo a minha voz, me obedecerão; os estranhos se submeterão a mim.

45Os estranhos descairão, e terão medo nos seus esconderijos.

46O SENHOR vive; e bendito seja o meu rochedo, e exaltado seja o Deus da minha salvação.

47É Deus que me vinga inteiramente, e sujeita os povos debaixo de mim;

48O que me livra de meus inimigos; sim, tu me exaltas sobre os que se levantam contra mim, tu me livras do homem violento.

49Assim que, ó SENHOR, te louvarei entre os gentios, e cantarei louvores ao teu nome,

50Pois engrandece a salvação do seu rei, e usa de benignidade com o seu ungido, com Davi, e com a sua semente para sempre.


Tradução: João Ferreira de Almeida - Atualizadalogovp Bíblia Online

4 Comentários to " Bíblia Online "

  1. Sebastiao Dondoni Quevedo disse:

    boa tarde eu sebastiao estou cooperando aqui
    na igreja do quadrangular do Jardim Alegria
    aqui na venida ouro preto
    estou gostado muito das mensagem que está sendo pregadas está uma benção
    obrigado e A paz para vocês ai em francisco morato

    • ieqvilaantonieta disse:

      A paz seja contigo amado irmão Sebastião.

      Agradecemos a sua visita a nossa site, que Deus continue abençoando grandemente a sua vida.

      Amém!
      Pastor Zito da Silva e equipe de Fé

  2. uilson roberto de oliveira disse:

    eu queria saber quem era o pastor de joao 10-8.antes de jesus

    • ieqvilaantonieta disse:

      A paz seja convosco.

      Jesus estava dizendo esta palavra dizendo que ele é o Pastor das Ovelhas. Os que vieram antes de Jesus ele classifica como mercenários. Pessoas que não se interessam pelas ovelhas, mas vindo o lobo, abandonam as ovelhas a própria sorte(João 10:12)

      Em contraste ao mercenário, Jesus se declara o bom pastor, que dá a vida por suas ovelhas.(João 10:11)

      A paz de Cristo em sua vida!

Deixe um comentário

Copyright © 2012 Igreja do Evangelho Quadrangular – Vila Antonieta. Todos os direitos reservados.
Design por IEQ Vila Antonieta. Powered by WordPress.
Igreja do Evangelho Quadrangular de Vila Antonieta - Ministério Tabernáculo da Fé
Rua Refinaria Mataripe, 972. Vila Antonieta. São Paulo - SP.